OKI Brasil implantará sistema de biometria em Goiás

Programa Goiás Biométrico facilitará emissão de documentos, acesso a benefícios sociais e, na área de segurança, realização de perícias e identificação criminal.

O consórcio formado pelas empresas OKI Brasil e a BioLogica Sistemas, ambas do grupo OKI, anunciam que fornecerão para a Secretaria de Segurança de Goiás a tecnologia de um amplo sistema de biometria no estado. O programa Goiás Biométrico, que será implantado pela OKI Brasil, agilizará a emissão de documentos, o que antes podia levar até 60 dias, e facilitará o acesso a benefícios sociais, à educação e saúde, entre outros benefícios como a otimização dos processos, com o uso de uma única fonte de cadastro para atender a todas as Secretarias, evitando duplicidade, retrabalho e diminuindo custos operacionais para o setor público em Goiás.

Na área de segurança pública, este projeto também trará importantes ganhos graças ao cadastro de criminosos, o que agilizará perícias, o combate a fraudes e facilitará a resolução de crimes.

Por meio da solução AFIS (Automated Finger Print Identification System - Sistema automático de identificação de impressão digital), tecnologia da empresa japonesa NEC, o estado de Goiás terá um sistema que proporcionará a emissão de documentos em até 3 dias (na capital) e 5 dias (no interior); aumento estimado de até 35% na identificação da autoria de crimes; auxílio na identificação de cadáveres, indigentes e pessoas desaparecidas (casos de amnésia, problemas mentais etc.); e possibilitará a criação das abordagens biométricas, onde o agente de segurança terá um dispositivo para leitura da digital em tempo real, possibilitando a identificação do cidadão e realizando a consulta de restrições criminais (mandados de segurança, medidas protetivas, etc.).

O contrato, estimado em R$ 33,8 milhões, irá garantir a digitalização de todo o arquivo existente de fichas datiloscópicas (registros de impressões digitais em papel) e os novos cadastros. O programa deve atender a mais de 8 milhões de cidadãos e deve ser implantado nos próximos doze meses.

Além disto, por usar a mesma base tecnológica à empregada no Distrito Federal e em Mato Grosso do Sul, Goiás poderá integrar as bases biométricas de forma a resolver crimes nas divisas dos estados.

Com sistemas de alta confiabilidade e alta performance, a OKI Brasil conta, também, com o know-how de ter atuado na implantação de grandes projetos envolvendo biometria com grande volume de usuários como o cadastro biométrico na emissão de passaportes no Brasil e em plataformas de biometria para o setor bancário, num banco de grande porte e atuação em escala nacional.