OKI Brasil aborda integração de mobilidade com ATMs em evento em São Paulo

OKI Brasil aborda integração de mobilidade com ATMs em evento em São Paulo

 

 Jolre_3_sm.jpg

 Joao Lo Ré Chagas fala de mobilidade e autoatendimento. No detalhe, os conceitos Mobicash (acima) e o câmbio feito com Bitcoins.

 

Nesta semana a OKI Brasil participou do congresso Fórum Mobile, realizado pelo site de notícias Mobile Time, em São Paulo. No evento, que abordou temas como comércio móvel, a economia do compartilhamento e fintechs (as startups do setor financeiro) entre outros temas, a OKI Brasil foi representada pelo gerente executivo de produtos de automação Joao Lo Ré Chagas, que foi convidado a participar do painel ‘Os Bancos na Era da Mobilidade’.

 

Chagas falou sobre a convivência dos canais móveis com outras modalidades de atendimento e compartilhou com o público do evento as experiências e conceitos desenvolvidos pela OKI Brasil e que promovem uma ponte entre smartphones e caixas eletrônicos, mostrando que estas plataformas podem conviver de forma harmoniosa e complementar no atendimento dos clientes dos bancos.

 

O primeiro conceito abordado foi o Mobicash, ATM sem interface, onde toda a interação para a realização de um saque é feita a partir de uma aplicação rodando num smartphone, com comodidade e conveniência, ou mesmo por meio de um smartwatch (relógio inteligente, dispositivo de computação vestível) usando tecnologias sem fio para habilitar um saque.

 

Outro conceito abordado pelo executivo, e que foi mostrado pela OKI Brasil na edição deste ano do CIAB, evento de tecnologia organizado pela FEBRABAN, Federação Brasileira de Bancos, foi a de uma plataforma que permite o câmbio de Bitcoins para reais a partir de um smartphone, com o saque sendo feito num caixa eletrônico.